2X Publicidade Ltda.Todos os direitos reservados. Fixo: +55 22 2645-4737 WhatsApp +55 22 98833-5000 contatos@regiaodoslagos.com.br
BANNER 728x90

Posts com a tag 'regiao dos lagos'

Fundação da Cidade de Cabo Frio

Fundacão da Cidade de Cabo FrioAuto de Fundação da Povoação de Sancta Helena no logar do Cabo Frio.

Casa de Pedra no Morro do Arpoador, localizada por Abel Beranger (1962)Detalhe do Mapa francês de Vau de Claye, 1579.

Anno de Nascimento de Nosso Senhor Jesus Christo de mil seiscentos e quinze, aos treze dias do mes de Novembro da dicta era, n’este logar chamado casa da pedra, vinte léguas do Rio de Janeiro, junto ao Cabo-Frio, tendo o Capitão e governador

Continue a ler
A Ilha do Cabo Frio e a Costa da Pré-Colonização do Brasil

Ilha do Cabo FrioHá pouco mais de dois meses de se comemorar os 400 anos de fundação de Cabo Frio, a maior parte de seus moradores desconhece que a origem do nome da povoação fundada na data de 13 de novembro de 1615, vem do majestoso acidente geográfico do Atlântico Meridional que se encontra posicionado exatamente na ponta(cabo) do continente onde ocorre a mudança abrupta da costa da Região Sudeste.

Estamos nos referindo a montanhosa Ilha do Cabo Frio, um dos grandes símbolos ambientais nacionais a ser envolvido pelo raro fenômeno da Ressurgência, possuindo uma relevância histórica para o País e para o Mundo e que encontra-se inserida na antiga costa fornecedora de pau-brasil.

Esta ilha participou do processo histórico que originou o nascimento da mais antiga cidade do norte fluminense, a matriz de muitas outras (O território atribuído originalmente a Capitania Real de Cabo Frio engloba hoje 45 municípios). Portanto, através do presente artigo, daremos início a um abaixo assinado através da Avaaz, solicitando a Unesco/Comitê do Patrimônio Mundial, o tombamento do conjunto formado pela Ilha do Cabo Frio como “Patrimônio Cultural e Natural do Mundo” e da

Continue a ler
Contaminação Biológica

Contaminação BiológicaTamanho é o potencial das espécies exóticas em modificar ambientes naturais que as plantas invasoras são consideradas a segunda maior ameaça mundial à biodiversidade, perdendo apenas para a destruição de habitats pela exploração humana.

Cada espécie tem o seu nicho ecológico, seus pré-requisitos básicos para ocupar determinado ecossistema, sendo fundamental que todos esses requisitos estejam lá disponíveis, para que ela possa então se estabelecer. Duas espécies de mesmo nicho ecológico não podem ocorrer no mesmo ecossistema, se assim for, uma delas, a menos apta, deverá ser expulsa ou extinta.

A toda hora espécies estão migrando, o problema maior está quando o homem introduz uma espécie exótica em um ambiente natural. Ao chegara uma nova região, a espécie exótica já traz consigo as suas exigências ecológicas, que, obrigatoriamente, terão que ser atendidas. Vamos considerar que a região apresenta o nicho ocupado por outra espécie menos apta na exploração dos recursos do que pela espécie invasora introduzida.

Possivelmente deverá ocorrer ali à extinção da espécie nativa por exclusão

Continue a ler
Desenvolvimento Sustentável da Pesca de Atuns e Afins no Brasil

Tem como objetivo contribuir com a governabilidade e sustentabilidade da cadeia produtiva pesqueira nacional, através de atividades desenvolvidas na promoção do desenvolvimento progressivo de cientistas e gestores que trabalham com os tunídeos e afins no país.

Nos últimos anos, todo o monitoramento da atividade brasileira de pesca de atuns e afins fora realizado através de convênios entre o Ministério da Pesca e Aquacultura e instituições de pesquisa onde trabalhavam pesquisadores membros do Subcomitê Científico do Comitê Consultivo Permanente de Gestão sobre Atuns e Afins, que trabalhavam na coleta e análise dos dados provenientes destas pescarias. E o sistema de Mapas de Bordo é uma das mais importantes fontes de informação disponíveis para o monitoramento do esforço de pesca.

As informações pesqueiras coletadas são aportadas na Comissão Internacional para a Conservação dos Atuns e Afins do Oceano Atlântico pelo Ministério da Pesca e Aquacultura acrescido de dados biológicos e de comprimento para as espécies em cumprimento as obrigações assumidas pelo Brasil mediante os termos da convenção da qual é signatário perante o direito internacional. Permitindo uma boa governabilidade sobre a cadeia produtiva e corroborando para as relações do país com

Continue a ler

Visitantes on-line

Temos 128 visitantes e Nenhum membro online

Estatísticas

Visitantes
560
Artigos
144
Acessos
3138781
Cron Job Iniciado