Banner cabeçalho

Trilha na Ilha do JaponêsTrilha aberta ao público na Ilha do Japonês em Cabo Frio.

A Caminhada acontece no domingo (5) e inscrições serão feitas no dia a partir das 9h.

Promoção de vida saudável aliada ao uso consciente das áreas de preservação ambiental.

A partir dessas premissas, a Coordenadoria Municipal de Meio Ambiente promove no domingo (5) a Trilha do Farol da Lajinha, na Boca da Barra, na Ilha do Japonês. A caminhada é aberta ao público. Os interessados podem se inscrever no dia do evento, a partir das 9h, na tenda da Universidade Veiga de Almeida montada na Ilha do Japonês. A saída para a trilha está marcada para às 10h30.

De acordo com Antônio Ângelo Marques, um dos responsáveis pelo projeto “Educação Ambiental e Uso Sustentável da Unidade de Conservação da Ilha do Japonês”, o objetivo da proposta é estimular as atividades ao ar livre e ao mesmo tempo resguardar as áreas verdes.

Leia mais:trilha na Ilha do Japonês

Fonte do Itajuru - Cabo FrioOs primeiros povoadores de Cabo Frio já se utilizavam das águas da fonte do Itajuru. Mas é somente a partir de 1845 que é criado o serviço de proteção e vigia da fonte, pois o local era utilizado pelos escravos que aí iam buscar água para seus senhores. Existia em Cabo Frio alguns poços d’água: o do Soldado, da Pedra, do convento, da Passagem e do Zé Ferro. A água do Itajuru provinha de uma nascente, de cor cobre e gosto de terra, devido a presença de raízes de tatagibana área, sendo conduzida por valas de pedras até o poço da Fonte.

A Fonte do Itajuru foi construída por ordem de D. Pedro II, quando de sua passagem em Cabo Frio, no ano de 1847.

Em 1896 foi construída a rede distribuidora da água do Itajuru, formada por dois ramais. Um na rua da Praia – Major Belegard e o outro pela rua Direita Érico Coelho, que passava pala Praça Porto Rocha e ia até o Largo de São Benedito, na Passagem.

Leia mais:Fonte do Itajuru - Cabo Frio

Cabo Frio tem muitos atrativos ideais para a exploração do turismo.

Dotado de micro-clima especial e riquezas naturais abundantes o município passa a atrair a partir do início da década de 50, mergulhadores, caçadores submarinos que vinham nos fins de semana, à procura do paraíso esqueiro e, junto destes, vinham suas famílias.

Assim passaram a veranear, dando início à área do lazer moderno na região. A abertura da rodovia Amaral Peixoto e o desenvolvimento da indústria automobilística brasileira, na década de 60, fortalecem a vocação turística de Cabo Frio.

Começava-se assim o processo de transformação ecológica e cultural da cidade. Aterros para loteamento, construções diversas, assimilação superficial de culturas e até mudanças de costume, foram-se dando na Cidade e no povo.

Leia mais:Cabo Frio - Região dos Lagos

Charitas Cabo FrioCabo Frio viveu um período em que era agravante o estado de abandono de crianças, frutos de união entre brancos, escravos e índias.

Em 21 de julho de 1834 foi criada uma comissão provisória que deu origem à Irmandade de Santa Isabel. Um ano depois, o major do Imperial Corpo de Engenheiros, Henrique Luiz Memeyer Belegard, a presenta a planta do projeto do edifício “Casa  da  Caridade”, que seria construída com um orçamento de 2 contos de réis e complementado com contribuições voluntárias dos habitantes.

Lançada a pedra fundamental em 27 de julho de 1836,as obras iniciaram-se em 1837, mas por falta de recursos foram interrompidas no ano seguinte.

Para obter recursos, o Major Bellegard criou a Irmandade de Misericórdia, em 1938, e junto com mais 26 pessoas confere o título de Protetor da Irmandade a o Imperador D. Pedro II.

Leia mais:Charitas - Cabo Frio

Praia do Forte

Situada na Região dos Lagos em Cabo Frio a Praia do Forte tem como destaque suas águas cristalinas e areias brancas e finas como talco.

Ao entardecer o céu azul reflete na água e proporciona um espetáculo sem igual. Suas ondas são adequadas para a prática do surf.

No canto esquerdo temos o Forte São Matheus "uma piscina a céu aberto" praticamente sem ondas, onde crianças e idosos podem aproveitar ao máximo.

Com vários restaurantes e hotéis situados em sua orla a Praia do Forte une beleza, bem estar e natureza.

Possui a Duna Preta (sítio Arqueológico Sambaqui Duna Boa Vista)com vegetação nativa. O local é considerado único pela diversidade natural entre vegetação e mistura e tons de areias em cores claras e escuras.

Ao lado direito da orla de 7,5 km temos a praia do foguete e praia das dunas.

Leia mais:Praia do Forte - Cabo Frio

Praia das Palmeira - Cabo FrioA Praia das Palmeiras em Cabo Frio é conhecida pela pesca de camarão de siri na cidade de Cabo Frio.

Localiza-se em um bairro residencial e muito arborizado, o bairro das Palmeiras.

Com águas tranquilas, a Orla das Palmeiras conta com diversos quiosques com comida típica, aperitivos e música ao vivo, um ótimo convite para caminhadas, passeios com as crianças e pets.

Próximo ao Shopping Park Lagos e a 3km do centro da cidade.

Um belo ponto turístico a ser visitado!

Ilha do Japonês - Cabo FrioÉ um dos locais mais procurados por aqueles que desejam um recanto de tranquilidade na cidade. Apesar de a ilha ser apenas um charmoso pedaço de floresta dentro do Canal do Itajuru, todo seu entorno em direção à Praia Brava é chamado de Ilha do Japonês.

E neste pequeno balneário é onde temos o sossego para escolher uma mesa num dos diversos quiosques de sapê existentes.

Ali servem-se bebidas e aperitivos para serem degustados na beira das águas do canal.
As águas rasas e sem ondas facilitam a visita de famílias com crianças.

A beleza natural da região com trilhas próximas atraem os praticantes de caminhadas ecológicas.

O pôr do sol é um espetáculo à parte.
Quando a maré está baixa, é possível caminhar pelas águas do canal até a ilha. Na maré alta pode-se ir nadando ou, em dias de maior movimento, pegar um barquinho que fica no local.

Praia das Conchas

Situada no bairro Peró entre o Morro do Vigia e a Ponta do Arpoador, é uma das relíquias da Costa do Sol. A praia possui 600m de extensão em formato de concha, de onde originou seu nome, e largura de 30m. Com águas claras e calmas, é uma das favoritas dos turistas e famílias de Cabo Frio. Em sua extremidade direita, onde se encontra a Ponta do Arpoador, existem piscinas naturais formadas entre rochas. Faz limite com a Praia do Peró, à esquerda e oferece uma bela vista das ilhas de Cabo Frio.

Vale destacar que em toda sua orla existem quiosques e restaurantes com deliciosos pratos de frutos do mar e música ao vivo. A prática de canoagem e mergulho amador é bem comum nesta praia, e o passeio de Banana Boat é umas das atrações turística.

Praia Brava - Cabo Frio Cercada por escarpas de 20 metros de altura, e com 400 metros de extensão, a Praia Brava tem águas claras e muito agitadas.

A praia é a favorita dos surfistas e bodyboarders da cidade.

Tem à sua frente a Ilha dos Papagaios, e em seu lado direito, uma área é reservada para a prática do nudismo.

A Praia Brava está situada entre a Ponta do Peró e o Morro do Farolete (bairro Ogiva).

Para se chegar à praia o percurso deve ser feito a pé, por meio de trilhas.

Praia do Peró - Cabo Frio Com 7 km de extensão litorânea, a Praia do Peró caracteriza-se pelos quiosques à beira mar, nos quais se pode provar deliciosos peixes e frutos do mar (camarão, lula, mexilhão, lagosta) entre outros petiscos, acompanhados da tradicional cervejinha.

Esta praia de águas límpidas, com ondas constantes e temperatura em torno de 22º C é também procurada pelos aficionados em pesca de arremesso, que lá encontram anchovas, tainhas e badejos.

Caracteriza-se ainda pelas dunas de areias finas, encontradas principalmente em seu extremo esquerdo: as Dunas do Peró. Faz limite também com a Praia das Conchas, à direita.

Feeds

Publicidade

Banner direita 5